ISSN: 2359-3822
VIDEO GAMES E ENSINO DE FÍSICA: EXPLORANDO POSSIBILIDADES E INOVAÇÕES DIDÁTICAS

Resumo
Neste trabalho apresentamos um relato de experiência de duas intervenções didáticas em escolas de Rio Claro - SP, Brasil, utilizando video games em atividades de Ensino de Física para a Educação Básica. Trabalhamos com o jogo Screamride (FRONTIER DEVELOPMENTS, 2015) para Xbox One em uma oficina para ensino de tópicos de energia mecânica e o jogo Angry Birds Space (ROVIO ENTERTAINMENT, 2012) para Android e IOS em uma aula para ensino de tópicos de gravitação. Discutimos duas diferentes estratégias para inserção de video games, em atividades extraclasse ou em aula regular, evidenciando algumas de suas características. Em ambas observamos que as experiências didáticas podem ser realizadas e, analisando as atividades dos estudantes, constatamos resultados animadores quando comparados às aulas tradicionais de Física nessa faixa escolar, em geral expositivas. Discutimos algumas possibilidades e limitações no uso dos video games em atividades escolares e analisamos algumas implicações do uso de materiais didáticos como os games eletrônicos comerciais. Entendemos que games são ferramentas possíveis para o Ensino de Física e que não deveriam ser ignorados em inovações didáticas e em atividades que busquem a melhoria da qualidade da Educação Básica. Palavras chave: Ensino de Física. Video games. Experimentação Didática.

Autores
Oani Da Silva Da Costa, Eugenio Maria De França Ramos.


Para continuar lendo clique aqui ou faça o download do trabalho completo aqui.

Voltar