UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA
"JÚLIO DE MESQUITA FILHO"
Reitoria
 
     
 
Jornal UNESP :::

Setembro/2008 – Ano XXII – nº 237   ::   Suplemento   ::   Encarte Eleição

 
:: LANÇAMENTOS ::

Artes Plásticas
Aventura da visão na história
Obra investiga o que é criatividade e como identificá-la na produção de grandes pintores

Estudar o universo da criatividade é o grande desafio desse livro de Carmen S. G. Aranha. Professora associada da Divisão Técnico-científica de Educação e Arte do MAC (Museu de Arte Contemporânea) da USP, ela indaga como e quando uma pessoa pode ser definida como criativa.

Busca ainda entender os fatores que podem levar alguém a se manifestar artística e plasticamente e como é possível verificar soluções visuais surpreendentes dentro da história da arte. Nesse sentido, são apresentadas diversas imagens que levam a uma reflexão na esfera das manifestações bidimensionais.

Lançamento da coleção Arte e Educação, parceria entre a Fundação Editora Unesp e a Funarte, o livro constata, a partir de uma investigação empírica da autora com professores de artes plásticas, que a produção artística é mais criativa na proporção direta da liberdade criadora de que ela usufrui.

A obra apresenta resultados de um estudo de caso de quatro anos realizado com alunos de ensino fundamental e médio em visitas a exposições do MAC. Evidencia, acima de tudo, que a forma de olhar a produção exposta é uma maneira de exercer um conhecimento visual, ou seja, uma forma de entender o mundo e de se relacionar com ele.

Em uma breve jornada que busca apresentar ao leitor as transformações de alguns aspectos da arte clássica em importantes estruturas da arte moderna do século XX, são citadas pinturas de Velásquez, Almeida Júnior, Pisanello, Giotto, Ucelllo, Masaccio, Fra Angelico, Piero della Francesca e Andrea Mantegna, entre outros.

É no capítulo 3, intitulado “À procura da arte moderna”, que se encontra um dos pontos altos do livro, com um percurso de desenhos que situa algumas visualidades essenciais para penetrar no processo de criação de alguns artistas.

Assuntos como materiais, técnicas, espaços, planos, profundidades, tramas, massas e luzes são apontados como fundamentais para qualquer discussão sobre o que significa ser criativo e como isso pode, de alguma maneira, ser identificado nas obras e no pensamento dos grandes mestres.

Exercícios do olhar: conhecimento e visualidade – Carmen S. G. Aranha; 112 páginas; R$ 24; Coleção Arte Educação; Fundação Editora Unesp e Fundação Nacional de Artes (Funarte). Informações: (11) 3242-7171 ou www.editoraunesp.com.br

Oscar D'Ambrosio

 


 
  ACI