UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA
"JÚLIO DE MESQUITA FILHO"
Reitoria
 
     
 
Jornal UNESP :::
Agosto/2006 – Ano XX – nº 214   [Voltar]
 
:: GERAL ::

Leitura Dinâmica

INTERCÂMBIO
A Faculdade de Engenharia (FE) da UNESP, campus de Bauru, promove com sucesso o intercâmbio acadêmico com outras instituições estrangeiras. Neste ano, seis estudantes brasileiros estão estagiando nos laboratórios de universidades ou empresas da Alemanha e da Áustria. A unidade também receberá, a partir de agosto, quatro alunos desses dois países. Estão previstas, ainda, as visitas dos professores Andreas Pester, do Instituto Carinthian Tech (Áustria), e Christian Hook, da Universidade de Ciências Aplicadas (Alemanha), para ministrar cursos. Mais informações com o coordenador do projeto, o docente Augusto Ronchi, pelo e-mail ronchiaugusto@yahoo.com (Lílian Ueda Ferreira/ Bolsista UNESP/Universia/FE/Bauru)

CINEMA I
Estudantes de graduação do campus da UNESP em Ourinhos promovem quinzenalmente no anfiteatro da unidade o projeto Cine Debate, que exibe filmes, documentários e entrevistas que suscitem discussões a respeito de temas atuais envolvendo a geografia, a sociedade e o ambiente. O projeto conta com a supervisão do coordenador pedagógico Paulo Cirino Mourão e a contribuição de outros membros da unidade e da comunidade, convidados a discutir os temas levantados pelas exibições. São realizados contatos com professores do ensino médio e da Secretaria de Educação, além de entidades como o Centro de Mídia Independente local, para atrair um público variado. (Gustavo Baroni Câmara Pontes/Bolsista UNESP/Universia/Ourinhos)

CINEMA II
A Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da UNESP, campus de Presidente Prudente, recebeu, em maio, a primeira sessão do Cine UNESP. O projeto, iniciativa de quatro alunos de Geografia da FCT, tem o apoio da Diretoria da faculdade e do Centro Acadêmico de Geografia. A sessão de estréia reuniu mais de 100 alunos no Anfiteatro I para assistir ao filme O jardineiro fiel. Segundo Deise Campos Curcino, uma das organizadoras do evento, a divulgação do Cine UNESP é feita tanto na FCT, quanto em escolas públicas de Presidente Prudente. Os filmes são projetados aos domingos, às 18 h, no Anfiteatro I da faculdade. Informações: cineunesp@yahoo.com.br (Gabriel Gonzáles/Bolsista UNESP/Universia/FCT/Presidente Prudente)

ARTE E DIGNIDADE
Realizar uma manifestação artística capaz de unir a comunidade acadêmica à local para refletir sobre o legado das ditaduras militares e a desigualdade social latino-americana. Foi com esse objetivo que o artista plástico e docente José dos Santos Laranjeira e alunos de Educação Artística da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac) da UNESP, campus de Bauru, participaram da manifestação internacional Arte y Dignidad, organizada pela Universidad de La Plata (Argentina), em março. “Professores e artistas de Cuba, Argentina e Uruguai parabenizaram nossa participação. Enviamos imagens do trabalho realizado em Bauru para a organização do evento”, afirma o docente. “Agora minha idéia é montar, com alunos de Rádio e TV da Faac, um documentário com as imagens.” (Eliane Aparecida de Almeida Barros/Bolsista UNESP/Universia/Faac/Bauru)

TEATRO INFANTIL
A Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da UNESP, campus Botucatu, desenvolve, desde 2000, a apresentação de teatro infantil Como auxiliar no controle e na prevenção das verminoses de cães e gatos. Sob a coordenação do docente Raimundo Souza Lopes, o evento é organizado pelos alunos de Veterinária, com a colaboração de alunos de Zootecnia. Em 2005, o trabalho foi inscrito no programa Gestão Pública e Cidadania, organizado pela Fundação Getúlio Vargas, com apoio do grupo Ford e do BNDES. A equipe, que conta com a ajuda do Grupo de Estudos de Pequenos Animais (Gepa), pode ser contatada pelo telefone (14) 3811-6115, ramal 209, ou pelo e-mail souzalopes@fmvz.unesp.br (Rafael Fernando dos Santos/Bolsista UNESP/Universia/FMVZ/Botucatu)

EMPRESA JÚNIOR
A Empreender Jr., empresa júnior formada e administrada por alunos do campus de Tupã, entregou seu primeiro projeto, iniciado em novembro do ano passado. Ele foi solicitado pelo coordenador executivo do campus, Elias José Simon, e consiste num estudo de layout do prédio da unidade. Quatro alunos vinculados à empresa realizaram esse trabalho, orientados pela professora Andrea Rossi Scalco. “O projeto se baseou no aproveitamento do espaço do prédio, a fim de otimizar a sua utilização”, comenta Fábio Nunes Ramos da Silva, diretor de Projetos da Empreender Jr., cujos serviços de consultoria buscam a qualidade a preços acessíveis. Informações: (14) 3404-4200; empreender_jr@yahoo.com.br (Leandro Rigon Pardo/Bolsista UNESP/Universia /Tupã)

VIDEOCONFERÊNCIA
A Reitoria da UNESP já investiu R$ 5 milhões no recurso da videoconferência, que permite a comunicação interativa de áudio e vídeo entre pessoas localizadas em qualquer lugar do mundo, com troca de informações e documentos por internet, televisão a cabo ou telefone. A primeira defesa de doutorado por meio de videoconferência, usando o equipamento do Instituto de Química (IQ) da UNESP, campus de Araraquara, ocorreu em abril, com a pesquisa de Silvia Helena Santagnelli, sob a orientação do professor Younès Messadeq, do IQ, e a participação do docente alemão Hellmut Eckert. “As transmissões são perfeitas, com absoluta nitidez e em tempo real. É uma tecnologia que traz muitas vantagens, como economia de recursos e tempo”, avalia Messadeq. (Átila Verlane Soares/Bolsista UNESP/Universia/IQ/Araraquara)

BIBLIOTECA
Foi aprovada em maio a solicitação encaminhada pela biblioteca do campus de São Vicente ao Programa FAP-Livros da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Graças ao esforço de docentes, Coordenação Executiva e servidores da biblioteca, a proposta elaborada em 2005, no valor aproximado de US$ 30 mil, foi aprovada praticamente sem restrições. O programa tem por objetivo apoiar a aquisição de livros,
e-books e publicações em outras mídias, destinados à pesquisa científica e tecnológica, visando à atualização do acervo das bibliotecas. Os docentes da unidade listaram livros relevantes para sua linha de pesquisa e os apresentaram à biblioteca, para que a proposta fosse estruturada. (Felipe Augusto Zanusso Souza/Bolsista UNESP/Universia/São Vicente)



 
  ACI