UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA
"JÚLIO DE MESQUITA FILHO"
Reitoria
 
     
 
Jornal UNESP :::
Agosto/2006 – Ano XX – nº 214   [Voltar]
 
:: PRÊMIOS ::

Química
Análise de proteína é reconhecida nos EUA

Doutoranda de Araraquara foi premiada na edição de 2006 da Conferência Neurospora

A doutoranda Fernanda Zanolli Freitas, do Instituto de Química (IQ), campus de Araraquara, recebeu o prêmio David Perkins Scholarship Award, durante a Conferência Neurospora 2006, ocorrida de 30 de março a 2 de abril, na Califórnia (EUA). Por esse feito, no dia 30 de maio, a aluna foi homenageada com um certificado de Honra ao Mérito da Congregação do IQ.

Com a orientação da pesquisadora Maria Célia Bertolini, Fernanda desenvolve o estudo “Identificação de proteínas que se ligam ao elemento regulatório cis STRE do promotor gsn: um approach de massa”, no qual apresenta uma nova técnica de identificação de proteínas.

Em seu estudo, ela utiliza recursos de biologia molecular e engenharia genética para responder a problemas de bioquímica. “As aplicações das técnicas de biologia molecular não se limitam ao laboratório. Elas abrangem diversos setores, da agronomia à medicina, passando por uma infinidade de produtos industriais e farmacêuticos”, comenta a orientadora Maria Célia.

O Neurospora 2006 reuniu aproximadamente 300 pesquisadores de diversas nacionalidades. Entre treze participantes selecionados, Fernanda foi a única premiada. “O Prêmio David Perkins significa o reconhecimento do trabalho que desenvolvemos no Brasil”, ressalta.

Átila Verlane Soares, bolsista UNESP/Universia/IQ/Araraquara


 
  ACI