Reitoria
 
diminuir fonteaumentar fonte
 
   
 
Agência Unesp de Inovação
voltar voltar imprimir imprimir enviar enviar corrigir corrigir

Criação​ ​tecnologias​ ​para​ ​afro-negócios​ ​foi​ ​pauta​ ​do​ ​Grana​ ​PretaEvento reuniu afro-empreendedores na Unesp em Bauru para discutir inovação

[14/11/2017] 

 

 

 

Criaçãotecnologiasparaafro-negóciosfoipautadoGranaPreta

Evento reuniu afro-empreendedores na Unesp em Bauru para discutir inovação.

 

12 de outubro foi um feriado diferente para os afroempreendedores de Bauru: a Agência Unesp de Inovação - AUIN -, em parceria com o NeoCriativa e a Faac, realizou o Grana Preta - Encontro de inovação para negócios afro-brasileiros. O evento reuniu quem atua o setor para apresentar as tendências sobre afroempreendedorismo e conhecer as demandas do segmento.

O Grana Preta começou por volta das 11h com uma roda de conversa sobre inovação com Prof. Dr. Juarez, e seguiu com quatro oficinas de inovação e empreendedorismo para negócios afro-brasileiras durante toda a tarde. A noite, a atividade que encerrou o evento foi a mesa "Com quem faz Grana Preta", que contou com a participação de Lúcia Makena, Eliana Custódio do Instituto Omolará e Adriana Barbosa, idealizadora da Feira Preta, considerado o maior evento de cultura negra do país.

Foram cerca de 33 pessoas que circularam por todas as oficinas e construíram debates muito ricos sobre empreendedorismo e inovação em Bauru e no Brasil. Em dez horas de atividades intensas, os participantes puderam imergir em um universo afro-empreendedor por meio de dinâmicas de elaboração de um canvas, formação (visual e prática) de uma rede e da sua importância para o desenvolvimento dos afro-negócios e a construção de um mapeamento para enxergar os públicos e consolidar os vínculos. Quem ficou até o final ainda conhecer alguns casos de sucesso de negócios afro-brasileiros, problematizar as orientações que os formaram e apreciar as bonequinhas de pano de Lúcia Makena.

Mais do que pensar sobre modelos de negócios e gestão, o evento pautou a necessidade de criação de métodos e tecnologias próprias pelas pessoas negras para inclusão e inserção no mercado de trabalho, principalmente por meio da economia criativa.

por Ana Carolina Moraes

 

Notícias recentes

13/11/2017 - [Desafios Fibria]

08/11/2017 - [Programa INova Talentos]

18/10/2017 - [Projeto aprovado pelo governo facilitará a formalização de empresas.]