Guia de Profissões 2010
Guia de Profissões 2010
     
 
Cursos :::
Letras

Conhecimento sobre as línguas dos povos, sua literatura e cultura

 

A história e a estrutura da língua de um povo, sua literatura e seus meios de comunicação, assim como sua cultura e as perspectivas de interação a partir da linguagem, são alguns dos principais temas estudados no curso de Letras.

O aluno é preparado para trabalhar em diversas áreas ligadas aos usos da linguagem. A formação em Letras permite que o estudante atue como professor de língua e literatura em escolas públicas e particulares. O conhecimento de português e de outra língua habilita o futuro profissional a exercer funções como o secretariado especializado e criação, além de produzir, criticar e revisar textos para diversas áreas. O curso também estimula a continuidade da pesquisa na pós-graduação para estudos aprofundados sobre as línguas, sua literatura e cultura.

Uma boa parte dos formados em Letras inicia sua carreira no magistério. Como vem crescendo o número de universidades no País e de escolas que oferecem o ensino médio, o mercado de trabalho em educação está absorvendo rapidamente os profissionais da área. Ao mesmo tempo, observa-se o aumento do interesse de estrangeiros pelo estudo da língua portuguesa, e de brasileiros que precisam dominar outras línguas. Isso favorece a criação de empregos, de cursos e o aumento da produção de material didático. Existe também a chance de inserção no mercado de trabalho por meio de assessorias culturais e de apoio a outras áreas, como Direito, Jornalismo e Publicidade.

O aluno do curso de Letras deve escolher entre a licenciatura e o bacharelado. No primeiro caso, o estudante vai cursar disciplinas pedagógicas, como Psicologia da Educação, Didática e Prática de Ensino, preparando-se para dar aulas de língua portuguesa e literaturas brasileira e portuguesa, além de uma língua estrangeira e sua literatura no caso dos cursos que oferecem dupla formação, como ocorre nos câmpus da UNESP de Araraquara e Assis.

O bacharel em Letras não pode le­cionar em escolas de primeiro e segundo grau, pois não cursa disciplinas pedagógicas, mas reúne condições de atuar como pesquisador em tradução, literatura, linguística, além de dar assessoria a editoras, jornais, revistas e outros suportes de comunicação que usem a linguagem verbal.

Tanto a licenciatura quanto o bacharelado possibilitam ao graduado em Letras seguir a carreira acadêmica, candidatando-se a cursos de pós-graduação.

na UNESP
Além do inglês, opções vão do alemão ao japonês

As unidades da UNESP que oferecem o curso de Letras são as de Araraquara, Assis e São José do Rio Preto. Equipadas com amplas bibliotecas e laboratórios de idiomas, oferecem o estudo de língua e literatura brasileira e portuguesa e de um idioma estrangeiro. Há ainda a possibilidade de o aluno obter uma nova habilitação em língua estrangeira depois de formado. Para isso, ele deve inscrever-se como reingressante, ou, no caso das Faculdades de Ciências e Letras (FCL) de Araraquara e de Assis, como portador de diploma de curso superior de outras áreas.

Entre as três unidades, a única que oferece a opção de bacharelado é a de Araraquara. O aluno tem a possibilidade de se formar em alemão, espanhol, francês, inglês ou italiano (línguas modernas), ou ainda em grego ou latim (línguas clássicas). A instituição conta com recursos como os Laboratórios de Estudos Lexicográficos e de Estudos Diacrônicos do Português e incentiva a participação dos alunos nas Semanas de Estudos e em inúmeras atividades de pesquisa proporcionadas pelos três Departamentos do curso: Letras Modernas, Linguística e Literatura. Para algumas dessas atividades são oferecidas bolsas fornecidas pelas agências de fomento científico.

Na FCL de Assis o aluno pode escolher entre alemão, espanhol, francês, inglês, italiano e japonês. No primeiro semestre do curso, ele toma contato com noções gerais das línguas estrangeiras e, no seguinte, escolhe uma para habilitar-se. O estudante pode participar de atividades e projetos de iniciação científica ligados aos departamentos de Linguística, Literatura, Letras Modernas e Educação, aos grupos de pesquisa, aos laboratórios didáticos e aos acervos de documentação da unidade, em alguns casos com bolsa de estudos.

No Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (Ibilce), em São José do Rio Preto, a formação se dá em Português e em uma língua estrangeira. As vagas do curso estão distribuídas igualmente, nos períodos diurno e noturno, entre as habilitações em língua estrangeira oferecidas. No período diurno, são oferecidas 17 vagas para a habilitação em Português/Espanhol e 17 vagas para Português/Inglês. No período noturno, são oferecidas 13 vagas para Português/Italiano, 13 vagas para Português/Francês e 13 para Português/Inglês. O preenchimento das vagas por habilitação em língua estrangeira obedece à ordem de classificação no vestibular, sendo a determinação do período uma escolha do candidato, no ato de sua inscrição ao vestibular. Os alunos organizam anualmente a Semana de Letras, da qual participam convidados de destaque na área.