Guia de Profissões 2010
Guia de Profissões 2010
     
 
Cursos :::
Comunicação Social – Relações Públicas

Preocupação com a credibilidade e a reputação de empresas   

 

O século XXI trouxe para a profissão de relações públicas – ou, abreviadamente, RP – o reconhecimento de sua importância, ainda que tardiamente. Os diferentes setores da sociedade com os quais esse profissional se comunica – acionistas, mídia, comunidades, governos, consumidores – influenciam cada vez mais a vida das empresas. E o RP é, em última análise, o responsável pela imagem externa que as pessoas têm das organizações. É ele quem zela por valores como credibilidade e reputação. Em linhas gerais, este profissional pode ser descrito como uma espécie de estrategista da comunicação.

Em seu cotidiano profissional, o relações públicas busca construir elos harmônicos e duradouros entre as organizações e seus públicos, fazendo a interface entre eles. Ele ajuda a decidir quando e como fazer ações de comunicação. Por isso, tem de conhecer muito bem a empresa em que trabalha e atuar em conjunto com a diretoria.

O formado em Relações Públicas deve ser capaz de assumir responsabilidades diversas. Precisa saber, por exemplo, administrar o relacionamento das organizações públicas, privadas ou do terceiro setor, por meio de estratégias de comunicação e da elaboração de diagnósticos, prognósticos e políticas adequadas.

A lista de atribuições de um RP é extensa. Ele deve ter competências profissionais, sociais e intelectuais para desenvolver atividades de criação, produção, distribuição, recepção e análise crítica das mídias e de suas inserções culturais, políticas e econômicas. Precisa conhecer as demandas sociais e ser capaz de se adequar à complexidade e à velocidade do mundo atual.
Necessita, ainda, ter uma visão integradora e genérica, especialização em seu campo de trabalho e habilidade de saber utilizar criticamente o instrumental teórico e prático oferecido no curso.

O mercado de trabalho está em expansão e há boas oportunidades de emprego. As melhores chances aparecem nas capitais e nas grandes cidades industrializadas do Interior. Fora dessas regiões, embora já percebam a importância de ter um relações públicas por perto, as empresas ainda não se mostram dispostas a arcar com o custo de mantê-lo em seus quadros.

na UNESP
Curso tem foco no planejamento de estratégias eficientes

Único do gênero em todo o interior do Estado de São Paulo, o curso de Comunicação Social – Relações Públicas da UNESP é oferecido na Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac), câmpus de Bauru. O currículo do curso está de acordo com a realidade que os futuros profissionais irão encontrar no mercado de trabalho, tendo em vista que a sobrevivência das empresas depende cada vez mais de imagem confiável – além, claro, da qualidade de seus produtos.

A grade curricular é voltada para formar profissionais capazes de analisar situações complexas e pôr em ação estratégias de comunicação efetivas. Por essa razão, enfatiza um conjunto de disciplinas humanistas, como Economia, Filosofia, Psicologia, Política e Sociologia, associadas a matérias teórico-práticas, como Estatística Aplicada à Comunicação, Planejamento em Relações Públicas, Psicologia Organizacional e Relações Públicas Governamentais.

Os alunos podem treinar esses ensinamentos na empresa júnior do curso, que organiza eventos até mesmo para outras unidades do câmpus. No final do curso, os formandos devem apresentar monografias com temas relacionados a relações públicas ou promover eventos em que possam demonstrar a aplicação dos conhecimentos apreendidos.